RESENHA DO LIVRO: “BONECO DE NEVE – JO NESBO”

    SINOPSE (fornecida pelo site da editora Record – a editora que publicou o livro no Brasil):

Considerado pelo jornal inglês The Guardian o livro mais ambicioso de Jo Nesbo é comparado a O silêncio dos inocentes, de Thomas Harris, pelo The Times, Boneco de neve é seu livro mais arrepiante.

No dia da primeira neve do ano, na fria cidade de Oslo, o inspetor Harry Hole se depara com um psicopata cruel, que cria suas próprias regras; O terror se espalha pela cidade, pois um boneco de neve no jardim pode ser um aviso de que haverá uma próxima vítima. No caso mais desafiador da sua carreira, Hole se envolve em uma trama complexa e mortal, com final surpreendente.

Hoje embarcamos para a cidade de Oslo (capital da Noruega), precisamente no mês de novembro, num dia frio. Mergulharemos nesse thriller psicológico de sucesso, com mais de 20 milhões de exemplares vendidos no mundo! É o sétimo livro da série de investigações do Harry Hole.

Embora seja o sétimo volume protagonizado pelo investigador Harry, as obras não compõem uma saga. Todos os outros livros podem ser lidos sem problemas. No entanto, há certos detalhes acerca do Harry que são compreendidos melhor após ler os primeiros livros. Porém, não é nada que prejudique a leitura que sem dúvida é arrepiante e frenética, trabalhando bem a mente do leitor, o que torna tudo ainda mais fantástico!

Com um enredo de tirar o fôlego e uma narrativa em terceira pessoa, Boneco de neve traz uma série de assassinatos com uma descrição sem igual fazendo o leitor envolver-se emocionalmente cada vez mais. Tais mortes estão ligadas – de alguma maneira – a um boneco de neve que “misteriosamente” aparece no jardim (ou quintal). Digo misteriosamente pois ao que parece, o tal boneco não foi feito por nenhum dos que formam a trama.

Com alguns problemas tais como o alcoolismo, conflitos internos e dramas pessoais, Harry Hole embarca nas investigações muitas vezes elogiado por uns e contrariado por outros. A imprevisibilidade dos acontecimentos é um fator marcante nestes thrillers psicológicos. O autor geralmente conduz o leitor a uma determinada conclusão que é logo depois contrariada pelo mesmo, tomando assim rumos de outras proporções.

De longe é um livro para iniciantes, visto pela forma com a qual é trabalhada toda a trama. A editora caprichou bem na diagramação e capa. O design é impecável! É uma excelente obra e há ainda quem diga que o Jo Nesbo é uma versão norueguesa do saudoso mestre do terror Stephen King.

E você, já leu? Conte-me o que achou.

 TÍTULO: Boneco de neve; EDITORA: Record; EDIÇÃO: 13ª, 2018; TRADUÇÃO: Grete Skevik

Siga-me
  Instagram - @umnobreliterario